quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Glossário de Cerâmica



CERÂMICA

Arte ou técnica para produzir objetos duros e resistentes, moldados com a mistura de argila e água, e logo levados ao forno a uma temperatura de 800ºC ou mais. Também chamamos de cerâmica estes mesmos produtos resultantes.

CERÂMICA DE ALTA TEMPERATURA

Também conhecida como stoneware, se queima em cone 8 ou mais. Embora pudesse ser chamada de irmã da porcelana, é mais grossa e sua cor pode ser cinza, rosada ou creme.

CERÂMICA DE BAIXA TEMPERATURA

É a cerâmica de baixa temperatura, queima a cone 04 ou menos. Como diz seu nome, ao contrario da cerâmica de alta temperatura, não esta ainda sinterizada. Pode ser branca, mas é muito freqüente na cor típica da lajota (vermelha).

CORANTES

Óxidos metálicos como os de cobre, ferro, cobalto e outros, que servem para colorir bases de esmaltes incolores. Basicamente poderia-se dizer que são o conteúdo de cor dos esmaltes, e são muitos característicos:
· o cobalto queima azul,
· o cobre, verde e até vermelhos.
A cor resultante se pode trocar ou forçar de forma dramática, quedando as peças em atmosfera oxidante ou redutora, ou se os esmaltes contiverem outros ingredientes com os que interagem.

CONES PIROMÉTRICOS

Pequenas pirâmides, de uns 5 cm de altura, que servem para medir a temperatura do forno; São fabricados com tal composição que se dobram e fundem ao alcançar determinada temperatura. Os diferentes cones se diferenciam por números (04, 05, 06) e cada um reapresenta uma faixa de temperatura.
Uma prática usual é colocar dois ou três cones de números consecutivos, para acompanhar a evolução da queima; quando o mais baixo se dobra e cai, o ceramista deve ficar atendo para a caída do seguinte, que é quando se apagará o forno.
O outro extremo serve para atestar que a queima não alcançou uma temperatura excessiva. Durante a queima, os cones podem ser observados através do visor, um buraco na porta do forno.

CONTRAÇÃO

Durante a secagem, e devido à perda de umidade, as peças de argila sem queimar sofrem um encolhimento que pode chegar a 20% de seu tamanho original. Posteriormente, na queima, reduzirá ainda um pouco mais. Às vezes, nos surpreendamos com essa mudança de tamanho.

COURO

Estado das peças de cerâmica cruas que perderam a maior parte da água física, e que se reconhece porque já não obedecem a pressão dos dedos. Sua consistência é rígida, e é o melhor momento para esgrafitar, brunir ou engobar.

CHAMOTE

Argila calcinada, triturada ou moída, que se agrega a argilas muito plásticas para conferir-lhes resistência e também para reduzir o encolhimento. Também conhecido como grog. Dependendo da quantidade que se agregue e seu tamanho, o chamote traz às peças resistência a queima e também texturas ásperas ou rugosas, que também se transmitem aos esmaltes já queimados.

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More